Observador, observação e observado

Anteriormente, pareciam existir três posturas na situação de um observador: a pessoa, o objeto e o ato. Separados, a pessoa se abstraía do todo para observar; o objeto se apresentava a distância, sob observação; a atitude afastava o observador. Esses limites tornavam se dificuldades para um comportamento unitário, concorde com as circunstâncias, afastando sempre o…

Sexolatria.

Freud, com muito acerto, descobriu na libido a resposta para inúmeros transtornos psicológicos e 􀄰sicos, psiquiátricos e comportamentais que afligem o ser humano. Baseando se nas heranças antropológicas, o insigne mestre vienense estabeleceu os paradigmas da psicanálise, fundamentados nos mecanismos do sexo e toda a sua gama de conflitos não exteriorizados. Examinando a sociedade como…

Mitos, Ilusão e Realidade.

Quando a criança não consegue amadurecer psicologicamente após o período de desenvolvimento do seu pensamento mágico, transfere aquelas construções para todas as fases da sua existência física, mantendo-se um indivíduo mendaz, que se refugia na criatividade imaginativa para liberar-se da responsabilidade dos atos imaturos. Essa conduta igualmente tem suas raízes profundas no arquétipo herdado do…

Necessidade de valorização

Os destrutivos gigantes da alma, que exteriorizam os tormentos e a imaturidade do ego, de alguma forma refletem um fenômeno psicológico, às vezes de procedência inconsciente, noutras ocasiões habilmente estabelecido, que é a necessidade da sua valorização. Quando escasseiam os estímulos para esse cometimento do eu, sem crescimento interior, que não recebe compensação externa mediante…

Superconsciente

Todas as aspirações do ser humano, seu futuro, suas conquistas a serem realizadas, o seu céu, encontram-se insculpidos no superconsciente, mesmo que adormecidas, em estado de inconsciência. Área nobre do ser é o fulcro da inspiração divina, onde se estabelecem os paradigmas orientadores do processo da evolução. Sede física da alma reencarnada, responde pelos suas…

Análise do Inconsciente

O eminente psicanalista Carl Gustav Jung estabeleceu que o inconsciente é um verdadeiro oceano, no qual se encontra a consciência mergulhada quase totalmente. É como um iceberg, cuja parte visível seria a área da consciência, portanto, apenas cinco por cento do volume daquela montanha de gelo ainda pouquíssimo conhecida. A consciência, ainda segundo o mesmo…

Despertar do Self

O irmão mais velho da parábola daquele que se pode chamar como o pai misericordioso, é o protótipo do ego desconsertante. Enquanto estava a sós com o pai, parecia amá-lo, respeitando-o e obedecendo-o. Logo, porém, quando retornou o irmão de quem se encontrava livre, ressentiu-se, desmascarou-se, apreendo o outro eu – demônio interno – amoral…

SILÊNCIO INTERIOR

“Aquele que não faz silêncio interior,  que não consegue fazer o auto- encontro, que não possui serenidade para admirar uma paisagem, não sabe  orar e, por conseguinte, não encontra  DEUS. Jesus estabeleceu: o Reino de DEUS está dentro de vós (Lucas, 17: 21). Daí a necessidade urgente do  indivíduo se concentrar, manter o  foco, meditar e refletir. Contudo, …

A SOMBRA PERTURBADORA E A GRATIDÃO

Todas as criaturas possuem o seu lado sombra, o lado obscuro da sua existência, às vezes considerado como o lado negativo do ser. Essa sombra que, quase sempre, responde por muitas aflições que se insculpem no ego, atormentando o Self, é, conforme o Dr. Friedric Dorsch, resultado de traços psíquicos do homem [e da mulher]…

Necessidade da Culpa

A culpa sempre se insculpe no inconsciente como uma necessidade de punição, através de cujo mecanismo o ego se liberta do delito. Originada na conceituação ancestral de pecado herança atávica do pecado original, que seria a desobediência de Adão e Eva, os arquétipos ancestrais do ser humano. a respeito da Árvore da sabedoria do Bem…

Subpersonalidades (O problema dos eus).

A psicossíntese refere-se à existência de um eu pessoal e de um Eu superior, em constante luta pelo domínio da personalidade. O eu pessoal é, muitas vezes, confundido com a personalidade, sendo, ele mesmo, o ponto de autoconsciência pura, conforme o define Roberto Assagioli. Corresponde ao ego, ao centro da consciência individual, diferindo expressivamente dos…

ABORTO

Consequência natural do instinto de conservação da vida é a procriação, traduzindo a sabedoria divina, no que tange à perpetuação das espécies. Mesmo nos animais inferiores a maternidade se expressa como um dos mais vigorosos mecanismos da vida, trabalhando para a manutenção da prole. Ressalvadas raras exceções, o animal dócil, quando reproduz, modifica-se, liberando a…

Caridade

Compre os livros da autora, não faça download pela internet. Quando se adquiri um livro, você auxilia à milhares de pessoas que dependem da arrecadação financeira desta obra. Quando Joanna as elaborou, não foi apenas para trazer a terra uma nova visão terapêutica humana transpessoal, mas, também poder facilitar a caminhada de milhares de almas…

Encontro com o Self

Jung definiu o Self como a representação do objetivo do homem inteiro, a saber, a realização de sua totalidade e de sua individualidade, com ou contra sua vontade. A dinâmica desse processo é o instinto, que vigia para que tudo o que pertence a uma vida individual figure ali, exatamente, com ou sem a concordância do…

Silêncio para ouvir Deus

Em todos os tempos, os emissários de Deus recomendaram o silêncio profundo, a fim de que se possa ouvir-Lhe a voz e senti-lO mais intimamente. Os ruídos e tumultos desviam o pensamento que se deve fixar no elevado objetivo de comunhão com a Divindade, para poder-se haurir energias vitalizadoras capazes de sustentar o Espírito nos…

DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS

O ser humano é um conjunto harmônico de energias, constituído de Espírito e matéria, mente e perispírito, emoção e corpo físico, que interagem em fluxo contínuo uns sobre os outros. Qualquer ocorrência em um deles reflete no seu correspondente, gerando, quando for uma ação perturbadora, distúrbios, que se transformam em doenças, e que, para serem…

A Paisagem Humana do Sofrimento

Para onde direciones o olhar detectarás o sofrimento humano presente, realizando o seu mister de burilamento dos Espíritos. Não que a Terra seja um lôbrego hospital, onde somente se encontram as aflições. Há bênçãos que se manifestam sob muitos aspectos, incluindo, é claro, a dor, que desempenha relevante papel no processo evolutivo dos seres. Na…

Os Arquétipos

O conceito de arquétipo,adotado por Jung, já era conhecido desde Philo Judaeus, referindo-se àImago Dei, que seria a imagem divina que existe no ser humano. Irinaeus, por sua vez, segundo Jung, afirmava que O Criador do mundo não formou estas coisas diretamente de si mesmo, mas as copiou de arquétipos exteriores. Em realidade, o arquétipo procede da proposta platônica…

A QUARTA FORÇA

Os estudiosos da criatura humana, embora os rígidos controles exercidos pelas conquistas freudianas, anelavam por ampliar os horizontes da compreensão em torno de fenômenos complexos e abrangentes, transumanos, capazes de elucidar problemas profundos da personalidade. As explicações junguianas amplas, procurando enfeixar nos arquétipos todas as ocorrências da paranormalidade, deixaram espaços para reformulações de conceitos e…

Definição e conceito

Definir, de alguma forma, é limitar, restringir. Mesmo quando as definições são elásticas, reduzem o pensamento e o enclausuram em palavras, retendo as largas possibilidades que necessitam ser penetradas. Conceituando a psicologia transpessoal, não nos podemos furtar aos seus paradigmas, que ampliam as linhas das definições clássicas da doutrina psicológica em si mesma, de modo…

O INCONSCIENTE COLETIVO E A GRATIDÃO

Diante de determinadas decisões, o ser consciente experimenta grande dificuldade em optar pela que seria a mais correta. Isso porque o inconsciente coletivo encontra-se sobrecarregado de medos, recordações afligentes, impulsos não controlados, toda a herança do primarismo ancestral, mesclando as experiências gerais e as pessoais. Tal ocorrência é resultado da sombra existente em a natureza…

A CONQUISTA DO SELF

Habituado ao não enfrentamento com o self, o ego camufla a sua resistência à aceitação da realidade profunda, elaborando mecanismos escapistas, de forma a preservar o seu domínio na pessoa. Desse modo, podemos enumerar alguns desses instrumentos do ego, para ocultar-lhe a realidade, facultando-lhe a fuga do enfrentamento com o eu profundo, tais como: compensação,…

Acaso

O acaso é a vontade discreta de DEUS adrede programada, para dar certo na hora exata e nas circunstâncias ideais Joanna de Ângelis

Perda do sentido ético existencial

O indivíduo possui, mesmo que inconscientemente, o germe do sentido ético da existência terrena. Chispa do Psiquismo Divino que é, traz no âmago do Eu profundo esse embrião que se desenvolve na razão direta em que o conhecimento e a emoção predominam sobre os instintos primários, abrindo espaço para a razão, o discernimento, a evolução….

A angústia e o ódio

A angústia A insegurança pessoal, decorrente de vários fa­tores psicológicos, gera instabilidade de comporta­mento, facultando altas cargas de ansiedade e de medo. Sentindo-se incapaz de alcançar as metas a que se propõe, o indivíduo transita entre emoções em desconserto, refugiando-se em fenômenos de angús­tia, como efeito da impossibilidade de controlar os acontecimentos da sua vida….

Ego e eu

A batalha mais difícil de ser travada ocorre no teu mundo íntimo. Ninguém a vê, a aplaude ou a censura. É tua. Vitória, ou derrota, pertencerá a ti em silêncio. Nenhuma ajuda exterior poderá contribuir para o teu sucesso, ou conjuntura alguma te levará ao fracasso. * Os inimigos e os amigos residem na tua…

Ser e Parecer

A essência, o ser em si mesmo,  constitui a individualidade, que  avança mediante o processo  reencarnatório, adquirindo  experiências e desenvolvendo as  aptidões que lhes jazem inatas,  heranças que são da sua origem  divina. A expressão temporária, adquirida  em cada existência corporal, com  as suas imposições e necessidades,  torna-se a personalidade de que se  reveste o…

A Fala

Falar significa a ação de exteriorizar  o pensamento pelo verbo. Diante disso, um simples exame  demonstra que a fala move o mundo: Jesus, falando, dividiu a História  entre antes e depois de Sua presença;  missionários vários – de Sócrates aos  dias atuais – com sua fala, mudaram e  mudam vidas proporcionando plenitude  mediante a consolação…

Os comportamentos neuróticos

Produtos do inconsciente profundo, a se manifestarem como comportamentos neuróticos, os fatores psicogênicos têm suas raízes na conduta do próprio paciente em reencarnações passadas, nas quais se desarmonizou interiormente. Fosse mediante conflitos de consciência ou resultados de ações ignóbeis, os mecanismos propiciadores de reabilitação íntima imprimem no inconsciente atual as matrizes que se exteriorizam como…

Conjunturas

O engano de considerar-se invencível, superior, provando o desconhecimento da fragilidade e da impermanência do conjunto que o constitui, especialmente de seu corpo, faculta, ao ser, prazer mentiroso, que o desperta sob grande sofrimento. Ninguém escapa às conjunturas que constituem a vida. A maioria dos sofrimentos decorre da forma incorreta por que a vida é…

FORÇA CRIADORA

No inevitável processo da evolução do ser, o despertar da consciência abre-lhe as percepções para a realidade de si mesmo, e o consequente entendimento dos objetivos da existência corporal. Imediatamente, a necessidade do autoconhecimento constitui-lhe um desafio que deve ser vencido a esforço tenaz, porquanto lhe propiciará a identificação dos recursos intelecto-morais disponíveis: Conhecidos os…

O primeiro lugar e o homem indispensável

Na área dos conflitos psicológicos a competição surge, quase sempre, como estímulo, a fim de fortalecer a combalida personalidade do indivíduo que, carente de criatividade, apega se às experiências exitosas que outros realizaram, para impor se e, assim, enfrentar as próprias dificuldades, escamoteando as com o esforço que se aplica na conquista do que considera…

A ANSIEDADE

Não se deixando vitimar pela rotina, o homem tende, às vezes, a assumir um comportamento ansioso que o desgasta, dando origem a processos enfermiços que o consomem. A ansiedade é uma das características mais habituais da conduta contemporânea. Impulsionado ao competitivismo da sobrevivência e esmagado pelos fatores constringentes de uma sociedade eticamente egoísta, predomina a…

O INCONSCIENTE SAGRADO

À medida que o ser se conscientiza da sua realidade, transfere-se de níveis e patamares da percepção psicológica, para aprofundar buscas e sentir o apelo das possíveis realizações. Fase a fase, identificando-se com os seus conteúdos psíquicos, a visão dos objetivos íntimos se lhe agiganta e cada conquista faculta-lhe um elenco de entendimentos que fascinam,…

O SUBCONSCIENTE

Consideremos o subconsciente como parte do inconsciente, que pode aflorar à consciência, com os seus conteúdos, alterando o comportamento do indivíduo. Ele é o arquivo próximo das experiências, portanto, automático, destituído de raciocínio, estático, mantendo fortes vinculações com a personalidade do ser. É ele que se manifesta nos sonhos, nos distúrbios neuróticos, nos lapsos orais…

O INCONSCIENTE E A VIDA

Do ponto de vista psicológico, o inconsciente é o conjunto dos processos que agem sobre a conduta, mas escapam à consciência. Na História podemos encontrar as primeiras noções sobre o inconsciente, detectadas por vários filósofos desde Leibniz a Schopenhauer, tornando-se tema da Ciência somente a partir das admiráveis pesquisas de Charcot, Pierre Janet – na…

O SER REAL, PROBLEMAS DA EVOLUÇÃO

A semente, portadora de vida, quando colocada para germinação, experimenta a compressão do solo e sua umidade, desenvolvendo os fatores adormecidos e passando a vigorosas transformações celulares. Intumesce-se e, dirigida pela fatalidade biológica, desata a vida sob nova forma, convertendo-se em vegetal, para repetir-se, ininterruptamente, em futuras sínteses… A criatura humana, de alguma forma fadada…

O DESPERTAR DO ESPÍRITO.

O homem e a mulher da atualidade, após os grandes e inimagináveis vôos do conhecimento e da tecnologia debatem-se, surpresos, nas águas turvas da inquietação e do sofrimento, constatando que os milênios de cultura e de civilização que lhes alargaram os horizontes do entendimento não lhes solucionaram os grandes desafios da emoção. Há uma imensa…